quarta-feira, 9 de março de 2011

SOBRE O SALGUEIRO

Tudo bem que como Salgueirense posso até ser suspeita. Mas tenho certeza que quase todos os leitores - salgueirenses ou não - que estavam no Sambódromo do Rio ou que viram o desfile pela TV devem concordar comigo. A escola tijucana estava lindíssima, sem dúvida. A alegria dos quase quatro mil componentes era contagiante. Percebem que eu escrevi “quase quatro mil”? Sim, porque não estou contando com os integrantes que tentaram desesperadamente resolver os problemas dos gigantescos carros alegóricos criados por Renato Lage e sua digníssima esposa.

Foto do G1
Para que esse tamanho de carro? Deu no que deu...

A pergunta que me fiz durante todo o desfile do Salgueiro, principalmente durante a agonia que se instalou nos torcedores e nos componentes da escola com os problemas apresentados pelos carros imensos, foi a seguinte: cadê os carnavalescos da escola para orientar o pessoal? Em momento algum vi repórteres da TV Globo, única emissora a transmitir o maior espetáculo da terra para o Brasil e mais 115 países - como faziam questão de divulgar a todo momento para os espectadores – entrevistando Renato e Márcia Lage sobre os problemas com os carros. Nem sequer foram filmados. Eu não vi. Tudo bem que seria difícil entrevistá-los com aquela situação toda, mas, pelo menos, filmá-los trabalhando para solucionar os problemas seria possível. Ou não? Vi Paulo Barros (Unidos da Tijuca), Roberto Szaniecki (Portela), Alex de Souza (União da Ilha), Cid Carvalho (Mocidade), Laíla (Beija flor), enfim. Só não vi os carnavalescos do Salgueiro.



Foi muito triste, muito decepcionante, muito lamentável ver o desfile belíssimo do Salgueiro acabar daquele jeito. Se para uma simples espectadora como eu foi assim, imagino para os quatro mil integrantes da escola. Uma frustração total. Foi o que as câmeras da Globo mostraram na dispersão da escola. O desespero de seus componentes. A certeza de menos um ponto na apuração. E a dúvida de mais alguns pontos perdidos nos quesitos harmonia e evolução pelo atraso de dez minutos no encerramento do desfile.


Outro carro que deu problema

Será que o casal responsável pelo carnaval do Salgueiro vai comparecer à apuração na tarde desta quarta-feira de cinzas no Sambódromo? Eu gostaria muito de ouvir explicações sobre o que aconteceu com aqueles carros. Eu e, suponho, a torcida do Salgueiro. Quero muito acreditar que ficou alguma lição nisso tudo. Para que criar carros alegóricos gigantescos como aqueles? Desnecessário. Megalomaníacos? Necessidade de provar que são superiores? Mas, em que? A única coisa que conseguiram provar foi que sua megalomania teve um preço. E quem pagou foram os integrantes e a torcida da escola.


Foto do G1
O choro dos integrantes do Salgueiro na dispersão

Lamentável. Eu gostaria muito de ver minha escola campeã em 2011, mas sei que isso é praticamente impossível. Agora, é se preparar para 2012. Saudades do Fernando Pamplona...Taí uma sugestão: por que não fazer um carnaval mostrando todo o trabalho de Fernando Pamplona no Salgueiro?

Fernando Pamplona

1960

Campeã, com o enredo Quilombo dos Palmares

1961

Vice, com Vida e Obra de Aleijadinho

1963

Campeã, com Xica da Silva

1964

Vice, com Chico-Rei

1965

Campeã, com História do Carnaval Carioca – Eneida

1969

Campeã, com Bahia de Todos os Deuses

1970

Campeã, com Praça Onze – Carioca da Gema

1971

Campeã, com Festa para um Rei Negro


Os anos que não aparecem aqui, entre 60 e 71, conquistaram do terceiro ao quinto lugares, inclusive com outros carnavalescos. Vale lembrar que Rosa Magalhães, Maria Augusta, Joãozinho Trinta e até mesmo Renato Lage, entre outros, foram seus pupilos. Fernando Pamplona foi o mestre de muitos carnavalescos. Um visionário, um revolucionário, um inovador. Para mim, o maior de todos os carnavalescos.

3 comentários:

Regina Fernandes disse...

Então... lá estava eu, portelense doente e desesperada com toda a confusão so Salgueiro. A Escola estava linda! Maravilhosa! Foi uma pena... Mas é assim mesmo amiga, carnaval é como futebol: a gente soooooofre! rsrsrsrs
Bjão

NICE PINHEIRO disse...

rs..Pois é Regina. Ainda bem que ficamos em quinto lugar!!! rs...Ô sofrimento! Saudades.

bjs

Nice Pinheiro

NICE PINHEIRO disse...

rs..Pois é Regina. Ainda bem que ficamos em quinto lugar!!! rs...Ô sofrimento! Saudades.

bjs

Nice Pinheiro